A revolução das HQ em código aberto

Nota: Esse texto é uma tradução autorizada de “An Open-source revolution” de Aslan Zamanloo sobre uma licença Creative Commons (CC-BY-SA 4.0).

“A felicidade não compartilhada mal pode ser chamada de felicidade; Ela não tem gosto.”

Como bem apontado por Charlotte Brontë essa é a essência do mundo onde todos podem compartilhar; Todos podem desfrutar, e, finalmente, todos podem se beneficiar deles. Sim, essa é a alegria de um mundo open-source, de um mundo em código aberto.

Mas, isso é realmente bom para todo mundo? Não, pelo menos pra muitas pessoas que eu conheço. Muitos deles tem uma visão totalmente negativa a tudo que esta em “código aberto.” E por dizer totalmente, quero dizer totalmente mesmo! Alguns acreditam que um software de código aberto é de baixa qualidade, que não pode de forma alguma ser benéfico e, em última instância, nenhum dinheiro pode ser obtido por usá-lo. Essa ideia, ou melhor vou chamá-la de preconceito, que eu irei argumentar contra.

Mesmo que o movimento open-source tenha começado no campo do desenvolvimento de software, outros campos, tais como design gráfico, webcomics, e etc., gradualmente começaram a adotar essa abordagem em seus projetos. E essa abordagem de código aberto provou-se ser bem mais sucedida do que o esperado.O que vou fazer aqui é apresentar-lhes um desses projetos de sucesso, e usá-lo como minha arma, livremente, para mostrar que não só um projeto de código aberto — seja um desenvolvimento de software, um projeto de design ou uma HQ — pode ser de alta qualidade, mas também influente o suficiente para mudar as coisas e formas já estabelecidas. Minha arma é uma webcomic chamada Pepper&Carrot.

O que é Pepper&Carrot?

Segundo seu autor David Revoy, Pepper&Carrot é

Uma webcomic livre em código-aberto e apoiada diretamente por seus patrões para mudar a indústria dos quadrinhos.

Com o generoso patrocínio de seus leitores, Pepper&Carrot pode continuar independente.

Pepper&Carrot é 100% Apoiado por seus patronos de todo o mundo.Para cada novo episódio, todos podem se tornar um patrono com até U$1. É este sistema que faz Pepper&Carrot ser independente, e o mantém afastado da poluição da propaganda e do marketing. Agora, o que faz essa webcomic livre e em código aberto tão maravilhosa?

Uma webcomic livre e de qualidade

Contrariando a crença popular, Pepper&Carrot tem qualidade apesar de ser em código aberto. Mais interessante, é criado completamente usando o softwares open-sources tal como Krita, GIMP, e Blender em sistemas operacionais baseados em Linux. Uma webcomic de qualidade em softwares de qualidade. Como o próprio David observa,

Eu me concentro muito na qualidade, porque ser algo de código aberto não significa algo ruim ou amador. Pelo contrário.

Livre e permissivo

Você pode até ganhar dinheiro com Pepper&Carrot. Super legal não é?

 

Pepper&Carrot é totalmente livre, e seus arquivos são acessíveis para qualquer um. Você pode baixá-los, modificá-los, usá-los como quiser, até comercialmente para ganhar dinheiro com eles! “Você deve estar fora de sua mente para criar um trabalho livre que outros podem usar e ganhar dinheiro com isso sem qualquer coisa voltando para seu próprio bolso.” À primeira vista, pode parecer assim, mas pensado cuidadosamente, a história é outra. Imagine que uma empresa usa os arquivos originais do site, eles imprimem uma centena de posters de Pepper&Carrot, e os vende. Isso certamente é benéfico para empresa que lucra. E é também para Pepper&Carrot. Ao fazê-lo, a empresa está promovendo Pepper&Carrot, dando a ela reconhecimento mais amplo e de forma global. Com mais pessoas se familiarizando com a webcomic, o número de seus apoiadores vai aumentar, e, finalmente, o dinheiro vai voltar para Pepper&Carrot. Este é um sistema colaborativo no qual todos são vencedores. Parece utopia, Não é?

Uma revolução na indústria dos quadrinhos

 

Pepper&Carrot quer mudar a indústria dos quadrinhos para a melhor.

 

Convencionalmente, indo pelo caminho da indústria de quadrinhos, há uma grande diferença entre o leitor e o artista; Como resultado, muito se perde por causa de intermediários. Leitores pagam mais, autores recebem menos. Mas com o sistema que Pepper&Carrot tem adotado, leitores apoiam o artista diretamente via Patreon, “Uma plataforma na Internet que permite aos criadores de conteúdo apresentarem o seu próprio serviço por assinatura.” Resultado? Leitores pagam menos, artistas recebem mais.

Nota do tradutor: No Brasil já existem serviços com propostas similares ao do Patreon. Temos o Apoia-se e o Padrim, além do Catarse que é uma versão nacional do famoso Kickstarter.

Pepper&Carrot é a prova que um projeto open-source nem sempre é de baixa qualidade. Todos podem desfrutar de sua participação, e também podem se beneficiar dele. Um ponto a mencionar é que Pepper & Carrot é apenas um no vasto oceano de projetos open-source que estão prosperando dia a dia. E, finalmente, não vamos esquecer o fato de que nem todos os projetos open-source são de alta qualidade, nem de baixa qualidade. Usar a palavra “todos” deve ser evitado em todos os contextos.

Espero que eu possa mudar pelo menos algumas dessas visões negativas em relação a tudo que é “open-source” ou livre. Acho que agora posso, enfim, dizer que um mundo de código aberto pode ser uma alegria para todos!

Lembra o que Charlotte Brontë disse? Compartilhe essas ideias brilhantes! Eu gostaria muito de ouvir o que você tem a dizer sobre este assunto.

 


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *